quinta-feira, 18 de abril de 2013

Ansiedade e Scrap andam juntos...

Olá!

Quanto tempo... de novo!

Não tem jeito, o blog tornou-se a maneira mais lenta da gente se comunicar. Passam dias (às vezes, meses) e nós não damos conta de sentar e escrever uma postagem decente.

Peço desculpas por isso...

Mas hoje, num momento de mais calma, resolvi compartilhar por aqui algo que tenho sentido há algum tempo.

ANSIEDADE!

Mas não tem a ver com os fatos da vida cotidiana. Porque, afinal de contas, quem de nós não tem preocupações e esperas?

Tem a ver com o scrap em si.

Como proprietária da Scrap Spot, tenho vivido dias, no mínimo, angustiantes.

Claro, a administração da loja em si é um trabalho árduo. Mas como sou administradora de formação, confesso que até gosto de colocar um pouco a cabeça para funcionar e relembrar conceitos tão básicos que aprendi há quase 20 anos!!! (Isso é história para outra postagem)

O que tem me deixado de coração acelerado e cabeça quente é a intensidade, quantidade e às vezes, o desleixo das publicações relacionadas ao nosso trabalho. Eu explico.

Faço parte de inúmeros grupos no Facebook relacionados ao Scrapbooking. Muitos deles, com as mesmas pessoas. Você também deve fazer parte de alguns.

Primeiro, tem gente mega talentosa. Tem mesmo. Com super bom gosto, que fazem trabalhos para si ou com fins comerciais, que representam marcas e lojas nacionais e internacionais. Com esses (sim, porque há mulheres e homens), aprendo muito. Servem de inspiração. De estímulo. Nos mantém atualizadas. Mas esses nem publicam tanto. E também, vou dizer... um trabalho deles mata 10 coelhos: eles publicam no blog deles, nos blogs dos patrocinadores, nas revistas nacionais de scrap, nos fóruns que coordenam e por aí vai.
Nada contra. Funciona assim mesmo, não é?

Depois, tem um monte de curiosos, que lêem as postagens, agem como tietes, e publicam fotos de sua singela produção. De novo, nada contra. Pelo contrário! Gente como a gente, certo? E afinal, os grupos servem para isso também!

Mas daí, no meio disso tudo, tem um grupo de mulheres que publicam cada retalho de papel que recortam, cada laço de fita que fazem e que bajulam-se umas às outras numa sequência incansável de posts espalhados por todo lado. Aí, na minha opinião, a coisa se perde um pouco. E cansa. E me deixa ansiosa.

Fico ansiosa de duas maneiras. Na minha vida pessoal, porque vejo que tenho tanto scrap para aprender e para fazer. Mas puxa, com 3 filhos, marido, casa, escola, supermercado, farmácia, açougue, ballet, judô, trabalho... como???

- Ei... todo mundo tem atividades... isso não é motivo para reclamar!!!

Você tem razão! Todo mundo tem seus afazeres e concilia como pode.

E ansiosa profissionalmente, porque quero oferecer a você, na Scrap Spot, o que há de melhor. Mesmo que seja algo novo, ou menos acessível, Dan e eu queremos ter as informações adequadas. E essa loucura confunde um pouco a gente. Você se sente assim também?

Mas agora, enquanto escrevo para você, reflito um pouco e vejo que talvez o discernimento seja o nosso papel como lojista e a principal contribuição que podemos realizar.

Estar preparadas para acalmar você e incentivá-la a continuar seu estilo (ou a busca por um) de maneira autêntica, própria e emocional.

Sim, é isso que acreditamos na Scrap Spot. Que o scrapbooking (trabalho com fotos, memórias e histórias) não se qualifica pelos números ou pelo tanto de gesso e tinta que você pode colocar numa folha de papel. Mas sim, e principalmente, pelo significado do seu conteúdo.

O lado bom disso tudo é que essa loucura nos mantém em movimento. Descobrimos novos fornecedores, novos materiais, técnicas que podem ser interessantes dentro da nossa missão para o scrap. E reconhecemos que não dá para ser TUDO para TODOS a TODO TEMPO.

UFA!
Precisava desabafar. Agradeço por sua paciência. E se sentir vontade, compartilhe com a gente como se sente em relação a tudo isso também.

Um grande beijo, com carinho,
Cin

3 comentários:

El Bernardes disse...

Entendo seu desabafo... espero que não me coloque no último grupo, pois me pego irritada tbm. Mas é preciso postar produções se não fazemos um scrap particular, só nosso, e sim com fim comercial. Se eu me pego recriminando, imagino vcs duas, como lojistas!
Admiro muito o trabalho da dupla, viu?!
Um bj carinhoso de quem concorda com o texto!!

Scrap Spot disse...

Com certeza, Elcia! É preciso postar sim!
Para vender, para inspirar, para ensinar e para aprender.
Obrigada por nos acompanhar!
Grandes beijos!

Scrap Marie disse...

Amiga,
Maravilhoso! eu como cliente, amiga de consideração, partilhei alguns momentos delicados da vida pessoal de vocês duas, minha admiração por vocês vai alem do Scrap, é pessoal, e por vários motivos, pois como profissional que são ensinam e passam pra gente tudo o que sabem , sem medo de concorrência, e como ser humano, que sabem escutar mesmo estando na dor! Isso minha querida não tem preço, adoro e admiro as duas, o pouco que sei e que aprendi vem muito de vocês duas!!! O tempo é a resposta pra tudo , inclusive pra nossa ansiedade seja ela qual for!!! bjs mil!!!